Facebook Google Plus Twitter LinkedIn YouTube RSS Menu Pesquisa Recurso - BlogRecurso - WebinarRecurso - RelatórioRecurso - Eventoícones_066 ícones_067ícones_068ícones_069ícones_070

Blog da Tenable

Inscrever-se
  • Twitter
  • Facebook
  • LinkedIn

Como proteger a superfície de ataque pulverizada: a segurança cibernética no novo mundo do trabalho

Como proteger a superfície de ataque pulverizada: a segurança cibernética no novo mundo do trabalho

Um novo estudo mostra como a mudança para um modelo de trabalho remoto e a migração de funções críticas do negócio para a nuvem estão expondo a grande maioria das organizações a um maior risco.

Os próximos 18 meses testarão, de forma inédita, a qualidade das organizações de segurança cibernética em todo o mundo.

A superfície de ataque tornou-se pulverizada com a implementação de sistemas de trabalho remoto em resposta à pandemia de COVID-19; todos eles tendem a se tornar dispositivos permanentes conforme as fronteiras entre casa e escritório tornam-se menos nítidas. Os ataques à SolarWinds e à Kaseya aumentam as preocupações com a integridade da cadeia de suprimentos de software. E a nuvem deixou de ser opcional — é uma facilitadora crucial de funções críticas ao negócio em um ambiente de trabalho sem fronteiras.

O que isso tudo significa para os líderes de segurança? Acreditamos que representa uma oportunidade de repensar o que se considera um "ativo" e como se define uma "vulnerabilidade", e como melhorar a visibilidade de ambos, mantendo os funcionários produtivos e seguros. É uma ênfase renovada na necessidade de alinhamento entre a segurança cibernética e as práticas do negócio.

Um novo estudo, Além das fronteiras: o futuro da segurança cibernética no novo mundo do trabalho, encomendado pela Tenable e conduzido pela Forrester Consulting, mostra que os ajustes feitos pelas organizações para se adaptar durante a pandemia aumentaram seu nível de risco. O estudo mostra um panorama às vezes alarmante do que está acontecendo nas redes domésticas comuns. O estudo é baseado nos resultados de uma pesquisa on-line com 426 líderes de segurança, 422 executivos de negócios e 479 funcionários remotos em 10 países (ou seja, funcionários de período integral, trabalhando três dias ou mais de casa) e entrevistas em profundidade por telefone com seis executivos de negócios e segurança.

De acordo com o estudo, 80% dos líderes de segurança e negócios indicam que as organizações, hoje, estão mais expostas a riscos em decorrência da mudança para um modelo de mão de obra remota e da migração de funções críticas ao negócio para a nuvem. Nós acreditamos que muitas das ferramentas de trabalho remoto e nuvem foram colocadas em uso sem controles de segurança; em alguns casos, as próprias ferramentas são novidade e seus controles de segurança são imaturos.

Já passou da hora de os líderes de InfoSec reavaliarem estrategicamente os sistemas implementados para comportar essas mudanças com o objetivo de tornar a segurança tão dinâmica quanto a do próprio local de trabalho. Quase um quarto (24%) dos líderes de negócios e segurança já determinou a mudança para o trabalho remoto como permanente; outros 68% dizem que a mudança será oficializada nos próximos dois anos.

O aumento da cadeia de suprimentos de software também é vista como um vetor de aumento de risco para 61% dos entrevistados. Nós acreditamos que toda expansão de software originada da necessidade e feita na pressa tem menos probabilidade de ter controles robustos de segurança de terceiros.

E as consequências para os negócios é real. De acordo com o estudo:

  • 92% das organizações sofreram um ataque cibernético ou comprometimento com impacto ao negócio nos últimos 12 meses, resultando em um ou mais dos seguintes: perda de clientes, funcionários ou outros dados confidenciais, interrupção das operações rotineiras, pagamento de ransomware, perda ou roubo financeiro e/ou roubo de propriedade intelectual. 

  • Mais de dois terços dos participantes (67%) afirmam que esses ataques tinham funcionários rermotos como alvo.

  • A grande maioria (74%), disse que pelo menos um ataque decorreu de vulnerabilidades em sistemas implementados em resposta à pandemia de COVID-19.

  • Quase três quartos (70%) foram vítimas de três ou mais ataques. 


Enquanto isso, o perímetro entre a rede doméstica e a rede corporativa vai desaparecendo: os funcionários remotos acessam dados corporativos confidenciais em casa, frequentemente por meio de um dispositivo pessoal. De acordo com o estudo, mais da metade dos funcionários remotos confirmam que acessam dados de clientes usando um dispositivo pessoal. Quando consideramos que os funcionários remotos têm, em média, oito dispositivos conectados à rede doméstica — incluindo dispositivos fornecidos pelo empregador, dispositivos pessoais, equipamentos, dispositivos "wearable" e sistemas de videogame — e, em média, três pessoas na residência têm dispositivos conectados à mesma rede doméstica, os desafios enfrentados pelos líderes de segurança tornam-se alarmantes.

Conectar-se em casa é uma coisa; conectar-se usando dispositivos pessoais em uma rede doméstica sobrecarregada, destinada a consumidores, sem nenhum controle de segurança corporativa, é outra coisa.

Essas constatações deixam claro a baixa visibilidade que as organizações têm do que está acontecendo nos ambientes. 71% dos líderes de segurança declaram não ter visibilidade alta ou completa das redes domésticas de funcionários remotos; 64% não têm esse nível de visibilidade nos dispositivos remotos dos funcionários. Como as expectativas de privacidade dos funcionários limitam naturalmente a visão das redes domésticas que os empregadores podem ter, fica claro que as proteções de segurança precisam estar o mais próximo possível dos dados críticos ao negócio e dos ativos usados para acessá-los. Em suma: se você não consegue entender o dispositivo e a rede, você precisa controlar o acesso que os usuários têm.

Embora os desafios possam parecer assustadores, o caminho a seguir passa despercebido à vista de todos. As organizações precisam repensar como definir o risco, indo além das falhas de software e da conformidade dos dispositivos, visando obter uma visão holística dos seus ambientes dinâmicos e diversificados. Elas precisam investir em perfis de risco adaptáveis de dados e usuários para interromper as vias de ataque, levando em consideração configurações incorretas no Active Directory e na nuvem, e aumentar a segurança com base em condições, comportamentos ou locais em constante mudança. Também precisam examinar atentamente os limites das arquiteturas de segurança tradicionais baseadas em perímetro e considerar opções mais sofisticadas, que monitorem e verifiquem continuamente todas as tentativas de solicitação de acesso a dados corporativos em todos os níveis, seja via dispositivo, aplicação, usuário ou rede que tente fazer essa conexão. Para algumas, isso pode significar um ajuste de suas próprias práticas de higiene cibernética e gerenciamento de vulnerabilidades; para outras, pode representar uma oportunidade de adotar o gerenciamento de vulnerabilidades baseado em riscos e o monitoramento contínuo do Active Directory como uma estratégia de bloqueio efetiva das vias de ataque; e, para as organizações mais avançadas, pode significar os primeiros passos rumo à jornada zero trust.

Seja qual for o caminho escolhido, o estudo deixa claro que os líderes de negócios e de segurança precisam trabalhar juntos para encontrar novas formas de proteger os dados confidenciais no novo mundo do trabalho.

Saiba mais

Artigos relacionados

Você está vulnerável às últimas explorações?

Insira seu e-mail para receber os alertas de cyber exposure mais recentes em sua caixa de entrada.

Teste gratuito Comprar agora
Tenable.io AVALIAÇÃO GRATUITA POR 30 DIAS

Tenha acesso completo a uma plataforma moderna de gerenciamento de vulnerabilidades baseada na nuvem, que permite que você veja e rastreie todos os seus ativos com uma precisão sem precedentes. Inscreva-se agora mesmo.

Tenable.io COMPRAR

Tenha acesso completo a uma plataforma moderna de gerenciamento de vulnerabilidades baseada na nuvem, que permite que você veja e rastreie todos os seus ativos com uma precisão sem precedentes. Compre hoje a sua assinatura anual.

65 ativos

Escolha sua opção de assinatura:

Compre já
Teste gratuito Comprar agora

Teste gratuitamente o Nessus Professional

GRÁTIS POR 7 DIAS

O Nessus® é o verificador de vulnerabilidades mais abrangente do mercado atualmente. O Nessus Professional ajudará a automatizar o processo de verificação de vulnerabilidades, economizar tempo nos seus ciclos de conformidade e permitirá que você envolva a sua equipe de TI.

Comprar o Nessus Professional

O Nessus® é o verificador de vulnerabilidades mais abrangente do mercado atualmente. O Nessus Professional ajudará a automatizar o processo de verificação de vulnerabilidades, economizar tempo nos seus ciclos de conformidade e permitirá que você envolva a sua equipe de TI.

Compre uma licença para vários anos e economize. Inclua o Suporte avançado para ter acesso ao suporte por telefone, pela comunidade e por bate-papo 24 horas por dia, 365 dias por ano. Detalhes completos aqui.

Teste gratuito Comprar agora

Teste o Tenable.io Web Application Scanning

GRÁTIS POR 30 DIAS

Tenha acesso completo à nossa oferta mais recente de verificação de aplicações Web desenvolvida para aplicações modernas como parte da plataforma do Tenable.io. Verifique com segurança por vulnerabilidades em todo o seu portfólio online com um alto grau de precisão sem grandes esforços manuais ou interrupção de aplicações Web críticas. Inscreva-se agora mesmo.

Comprar o Tenable.io Web Application Scanning

Tenha acesso completo a uma plataforma moderna de gerenciamento de vulnerabilidades baseada na nuvem, que permite que você veja e rastreie todos os seus ativos com uma precisão sem precedentes. Compre hoje a sua assinatura anual.

5 FQDNs

US$ 3.578,00

Compre já

Teste gratuito Entre em contato com o setor de vendas

Teste o Tenable.io Container Security

GRÁTIS POR 30 DIAS

Tenha acesso completo à única oferta de segurança de contêiner integrada a uma plataforma de gerenciamento de vulnerabilidades. Monitore imagens de contêiner por vulnerabilidades, malware e violações de segurança. Unifique sistemas de integração contínua e implantação contínua (CI/CD) para dar suporte às práticas de DevOps, reforçar a segurança e ajudar na conformidade com as políticas da empresa.

Comprar o Tenable.io Container Security

O Tenable.io Container Security habilita com perfeição e segurança os processos de DevOps ao fornecer visibilidade da segurança das imagens de contêiner, incluindo vulnerabilidades, malware e violações de segurança através da integração com o processo de compilação.

Teste gratuito Entre em contato com o setor de vendas

Avalie o Tenable Lumin

GRÁTIS POR 30 DIAS

Visualize e explore sua Cyber Exposure, monitore a redução do risco ao longo do tempo e faça uma análise comparativa com outras empresas do mesmo setor com o Tenable Lumin.

Compre o Tenable Lumin

Entre em contato com um representante de vendas para ver como o Lumin pode ajudar você a obter informações sobre toda a organização e gerenciar o risco cibernético.